Fatos sobre a Sexualidade Masculina

Os homens podem encontrar alguma dificuldade no relacionamento e/ou na sua sexualidade. A maioria deve achar que os homens não tem problemas, afinal contrariando a música da diva Beyoncé: Who run the world, não são os homens? Que tipo de problemas os homens podem ter, não é mesmo? Bem, conheço alguns mitos e tabus que os homens tem que lidar:

  • Orgasmo é sinônimo de ejaculação;
  • Deverá sempre estar disposto sexualmente, independentemente do que sinta pela mulher;
  • Que é infiel por natureza;
  • Se for macho, não pode ter prazer na região anal;
  • Deverá ter um pênis de bom tamanho, independentemente de ter boa relação sexual com a parceira;
  • Deverá manipular seus genitais desde criança;
  • É esperado que o homem saiba o que fazer para levar a mulher ao orgasmo.adolescente_sexo_masculino_1.jpgNão devemos perpetuar todos esses mitos acerca dos homens a vida inteira. Eles também sofrem uma ruma de preconceitos sexuais durante suas trajetórias, e para eles é difícil lutar para mudar essa realidade. Por que afinal de contas, homem não chora, não é mesmo? É muito fácil reconhecer quando o homem está excitado, o que inúmeras vezes chega a ser constrangedor para ele, na anatomia aprende-se rapidamente as funções do aparato genital, tudo está tão amostra.

    Uma prática bem comum para os homens é a masturbação, visto como algo tão natural, mas sua prática ainda causa estranheza, pois ficou conhecida como sendo algo da fase juvenil e quando a fase adulta chegasse deveria ser suprimida. Obvio que no homem casado, a frequência masturbatória diminui, mas não some, e isso causa incômodos a sua parceira: “O por que ele ainda assiste filmes pornôs ou se masturba?” São perguntas que ainda são feitas. Isso por que a mulher só aprende a se masturbar aos 30 anos, já os homens desde criança.

    Em pesquisas feitas por sexólogos, a frequência da masturbação masculina está diretamente ligada com o número de relações sexuais que o homem tem. Ou seja, quanto mais relações sexuais ele tiver menos vai se masturbar.

    Quase todas as palestras que fiz até agora o que preocupa os homens é a ejaculação precoce, como reconhecer? Pesquisa feita por 2 sexólogos californianos, Hartman e Fithian (1992) destacam que em média a mulher leva 20 minutos para chegar ao orgasmo, entre todas as fases (excitação, platô, orgasmo e resolução), mas para ela chegar ao orgasmo, foi necessário no minimo 20/30min para a mulher se excitar, ou seja, o homem já está excitado a 40/50 min e quando finalmente a mulher está pronta para a entrada do pênis, o homem não aguenta mais tempo.

    Por isso é necessário uma análise detalhada sobre ejaculação precoce, o homem que citei acima, claramente não tem ejaculação precoce, conseguiu manter ereção por no máximo 50 min.

    Os homens ainda são bastante resistentes em procurar ajuda nessa área, então listarei situações em que se faz necessário ajuda terapêutica:

    • Você não tem absolutamente nenhum desejo sexual; na verdade quase nunca pensa em sexo;
    • Você classificaria o relacionamento com a sua parceira como amargo, ou cheio de conflitos e raiva;
    • As vezes, você ejacula com pênis flácido (mole), pelo menos 10% das vezes;
    • Você frequentemente tem sentimentos de culpa sexual;
    • Sua parceira é muito ansiosa em relação ao sexo;
    • Você sofreu abusos sexuais em sua fase de crescimento;
    • Você (ou sua parceira) sente-se pouco à vontade, tocando os órgãos sexuais um do outro;
    • Você tem desejos sexuais obsessivos que o incomodam.

    Isso são apenas alguns dos motivos, se caso você ainda se sente incomodado com algo que não listei, sinta-se a vontade para procurar ajuda médica ou terapêutica. No meu caso, quando o homem ou a mulher me procuram por disfunções sexuais, primeiro encaminho ao médico para descartar algo de fundo biológico, para enfim poder seguir com o tratamento psicoterápico.

    Gostou do texto? Deixe seu comentário.

     

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s